Governo do Distrito Federal
3/11/22 às 13h54 - Atualizado em 3/11/22 às 17h27

Delegação dos Países Baixos visita Brasília

COMPARTILHAR

 

 

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) recebeu, no dia 05 de outubro, uma delegação de 20 jovens servidores do Ministério da Educação, Cultura e Ciência dos Países Baixos. Além de Brasília, a comitiva está de passagem por diferentes cidades do Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro, de modo a intercambiar  experiências e conhecimentos sobre iniciativas e políticas culturais.

 

O grupo estrangeiro, liderado por Burak Han Çevik, segundo secretário da Embaixada do Reino dos Países Baixos, foi recepcionado na Biblioteca Nacional de Brasília pelo secretário de Cultura, Bartolomeu Rodrigues e por Renata Zuquim, chefe do Escritório De Assuntos Internacionais (EAI-DF), que deram as boas vindas aos estrangeiros. Em tom descontraído, o secretário destacou o fato de ter nascido em Pernambuco o que, segundo ele, o tornava “também um pouco holandês” e ainda lembrou o fato de Brasília ser uma “cidade muito jovem”, assim como os membros da comitiva.

 

“Brasilia foi o lugar para onde eu, e diversos brasileiros de todos os cantos do país, migramos para tentar melhorar de vida. Quando cheguei, a cidade era um deserto de terra vermelha e hoje, 40 anos depois, é uma cidade pujante com população estimada em 3 milhões de habitantes”, contou Bartolomeu Rodrigues aos representantes dos Países Baixos. “Meus filhos têm a mesma idade de vocês e são parte da primeira geração da cidade, cresceram junto com ela. Acredito que vocês terão muito o que aprender com nossa belíssima cidade, que apesar de jovem já tem bastante história.”

 

 

Durante a visita, o assessor especial da Subsecretaria de Patrimônio Cultural (Supac/Secec), Felipe Ramón, fez uma breve apresentação para o grupo para contextualizar os visitantes sobre a história da criação da cidade, sobre as diretrizes da UNESCO para o reconhecimento de Brasília como Patrimônio Mundial. Os estrangeiros também puderam conhecer mais sobre o funcionamento das políticas com foco em  patrimônio cultural no Distrito Federal, como o modelo de gestão patrimonial do complexo urbano de Brasília, que inclui a proteção pelas três esferas: mundial, federal e distrital.

 

Ramón também apresentou aos visitantes um pouco sobre os equipamentos culturais geridos  pela Secec, como o Memorial dos Povos Indígenas e o Museu do Catetinho, além de outros bens reconhecidos como patrimônio material e imaterial no DF,  como a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima, o Festival de Cinema de Brasília e o Boi de Seu Teodoro. Após a apresentação, a equipe da Secretaria respondeu as dúvidas da comitiva em uma roda de conversa.

 

 

A Embaixada dos Países Baixos promoveu ainda uma atividade de integração entre a delegação visitante, pesquisadores da UNB, representantes Secec, de organismos internacionais e do Governo Federal na Residência Oficial do Embaixador. No evento, o ministro da Educação brasileiro, Victor Godoy, fez uma breve apresentação sobre as principais políticas para o sistema educacional do Brasil nos últimos anos. As equipes técnicas tiveram a chance de trocar ideias e experiências, além de identificar possibilidades de cooperação internacional e trocas  entre os dois países.

 

Reprodução: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

Escritório de Assuntos Internacionais - Governo do Distrito Federal

EAI-DF

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar,
Sala 211 - CEP: 70075-900
Telefone: (61) 3961-4685
escritorio.internacional@buriti.df.gov.br