Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/11/19 às 11h32 - Atualizado em 12/11/19 às 11h43

GDF discute boas práticas de cooperação internacional com ABC e ONU

Durante Seminário Técnico, entes nacionais e subnacionais puderam propor temas de atuação, referentes aos dois objetivos estratégicos do Programa de Parceria de cooperação Sul-Sul Brasil-UNFPA

Foto: Agência Brasileira de Cooperação

 

Foi realizado nessa quinta-feira (07), em Brasília, Seminário Técnico no âmbito do Programa de Cooperação Sul-Sul Trilateral Brasil – Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA). O evento contou com a participação de cerca de 30 pessoas, representantes de diferentes instituições públicas brasileiras, que puderam participar ativamente do momento de revisão das linhas orientadoras da parceria do Brasil com o UNFPA.

 

A parceria tem possibilitado ao Brasil, por meio da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), desenvolver importantes iniciativas de cooperação técnica em parceria com o UNFPA, para promoção da Agenda de Cairo, e mais recentemente, da Agenda 2030, por meio da cooperação Sul-Sul (CSS).

 

Na medida em que a CSS promovida pelo Brasil se dá por meio do compartilhamento de conhecimentos e boas práticas de políticas públicas implementadas pelas instituições brasileiras, o Seminário Técnico teve como objetivo convidar representantes das instituições que trabalham em temas de interesse da Parceria Brasil-UNFPA, de modo que cada uma pudesse identificar mais claramente oportunidades e áreas de interesse para eventuais projetos futuros.

 

Na ocasião, foram apresentadas as diretrizes estratégicas do Programa para 2021 e elaborado, de forma participativa, o mapeamento de interesse de colaboração das instituições brasileiras com o Programa de Parceria Brasil-UNFPA. Estiveram presentes representantes do Ministério da Justiça, Ministério da Saúde, Fiocruz, ANVISA, Governo do Distrito Federal e Governo da Bahia.

 

Segundo a Responsável pela área de Cooperação Sul-Sul Trilateral com Organismos Internacionais da ABC, Cecília Malaguti, “A parceria com o UNFPA é considerada uma iniciativa de sucesso que, desde 2002, contribuiu para o aprimoramento de políticas e programas, em especial, nas áreas de saúde e de estatística, tanto na América Central (Haiti) como na África. O estabelecimento de um marco programático, durante a oficina, contribui para uma atuação mais coordenada entre os diferentes parceiros, bem como para o desenvolvimento de um mecanismo capaz de aprimorar ainda mais o desempenho do Programa de parceria”.

 

Para Júnia Quiroga, Representante Interina do UNFPA Brasil, “A ABC e o UNFPA são parceiros muito exitosos, que tem produzido bons frutos. É, inclusive, uma parceria premiada. Com essa oficina, temos a expectativa de revisar o marco da nossa parceria para estruturar a nossa resposta a eventuais demandas de cooperação técnica que possam surgir ao Brasil, em consonância com o mandato do UNFPA e a expertise da ABC, de maneira mais responsiva, mais organizada e fortalecendo o princípio de que todos cresçam”.

 

Felipe Sousa, Assessor Especial da Secretaria de Relações Internacionais do Governo do Distrito Federal (GDF), sublinha ver com bons olhos que o GDF tenha sido convidado a participar desse momento de planejamento. “Enquanto ente subnacional, tenho certeza que o GDF pode contribuir com boas práticas, em áreas específicas. Nossa expectativa é que essa parceria possa ser fortalecida cada vez mais”, concluiu.

 

O representante do Ministério da Saúde no evento, Mauro, relembra o momento de limitação de recursos humanos e financeiros pelo qual o Brasil passa. Nesse sentido, o Seminário Técnico permitiria identificar temas e regiões prioritárias para a parceria Brasil-UNFPA. “Queremos, ao participar dos projetos, fazer uma contribuição efetiva aos países, otimizando recursos e tirando o máximo de proveito das ações, dentro desse novo contexto que enfrentamos”.

 

Durante o Seminário, os participantes puderam propor temas de atuação, referentes aos dois objetivos estratégicos do Programa de Parceria de cooperação Sul-Sul Brasil-UNFPA, e ao objetivo geral de desenvolvimento que é reduzir a morte materna, as necessidades insatisfeitas de contracepção e a violência contra mulheres e meninas.

Escritório de Assuntos Internacionais - Governo de Brasília

EAI-DF

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar,
Sala 211 - CEP: 70075-900
Telefone: (61) 3961-4685
escritorio.internacional@buriti.df.gov.br